Logo Hpari
Tel: 55 11 3322-6500
Dicas
Alimentação balanceada - Pós-Operatório

O paciente em recuperação pode ter maior facilidade para perder peso e ter necessidades aumentadas de determinados nutrientes. Portanto, uma alimentação balanceada é essencial para manter a saúde e evitar o quadro de desnutrição e aumento de Doenças Crônicas Não Transmissíveis como Diabetes e Hipertensão Arterial, bem como, contribuindo com uma recuperação mais rápida e mantendo o equilíbrio das necessidades nutricionais.

Uma alimentação saudável é aquela que atende todas as exigências do corpo, deve ser variada, equilibrada, suficiente, acessível, colorida e segura, sendo uma fonte de prazer e identidade cultural e familiar, podendo prevenir o aparecimento de doenças, sendo essencial para promover e manter a saúde.

  • O que fazer?

Faça 3 refeições principais e 2 a 3 pequenos lanches intermediários.
Fracione a dieta!!! Esse fracionamento deve ser de 5 a 6 refeições do total ingerido por dia. Assim, melhor se processará a digestão, maior será o aproveitamento dos nutrientes e melhor será também a destinação calórica, estimulando o metabolismo e evitando uma sobrecarga de energia com consequente depósito de gordura.
Varie o máximo possível os alimentos nas refeições, para assegurar ingestão de todos os nutrientes, coma bastante verduras, legumes e frutas, e evite a monotonia.
Consuma os vários tipos de alimentos, os diferentes nutrientes necessários para o organismo, evitando a monotonia alimentar que limita o acesso de todos os nutrientes necessários a uma alimentação adequada.  Coma diariamente pelo menos 3 porções de legumes e verduras como parte das refeições e 3 porções ou mais de frutas nas sobremesas e lanches.
Beba bastante água, até que sua urina fique clara e sem odor.
A água age na digestão, na absorção, na circulação e na excreção. É um meio de transporte para os nutrientes e todas as substâncias corpóreas, excreta resíduos do metabolismo pela urina e pelas fezes. Mantém o equilíbrio físico e químico dos fluídos intra e extracelular. Exerce papel fundamental na manutenção da temperatura corporal, mantém a pele e o cabelo saudáveis. Por esse motivo, recomenda – se a ingestão média de 2,5 litros de líquidos por dia.
Aumente a ingestão de fibras, consumindo sempre verduras, legumes, frutas e cereais integrais.
- Proporciona benefícios ao sistema digestivo por manter sua regularidade.
- Auxilia no combate à constipação, alguns tipos de diarreia e sintomas de irritabilidade nos intestinos.
- A pressão no trato digestivo é diminuída, reduzindo o risco de diverticulose e hemorroidas.
- Diminui os níveis de colesterol sanguíneo, o que reduz os riscos de doenças coronárias.
- Aumenta a secreção biliar, o que faz com que o fígado remova colesterol da corrente sanguínea.
- É recomendado a ingestão de 20 a 35g de fibras por dia.

  • O que NÃO fazer?

Reduza o seu consumo total de gordura em especial da gordura saturada, existente principalmente em produtos de origem animal.
Diminua não só a quantidade de gordura usada para cozinhar e temperar, mas também o consumo de alimentos com elevados teor de gordura (Ex.: margarina, banha, manteiga, produtos como salsicha, natas, molho pré-preparados industrialmente, caldos concentrados, toucinho, massas folhadas, rissoles e etc.).
Não exagere no sal, use com moderação e controle o consumo de alimentos ricos em sódio.
Diminua a quantidade de sal na comida e retire o saleiro da mesa. Evite consumir alimentos industrializados com muito sal (sódio) como hambúrguer, salsicha, linguiça, presunto, salgadinhos, conservas de vegetais, sopas, molhos e temperos prontos.
Evite ingerir açúcar e produtos açucarados.
Não adicione açúcar ao leite, chá ou café, procure habituar-se ao sabor natural dessas bebidas. Evite consumir produtos ricos em açúcar (Ex.: produtos de confeitaria e pastelaria, chocolates, gelados, mel, sobremesas açucaradas, gomas, refrigerantes, determinadas bolachas etc.). Estes alimentos só devem ser consumidos ocasionalmente e de preferência após uma refeição.

Como montar um prato equilibrado?
Preencha ¹/2 do prato com vegetais (crus e cozidos), para outra metade, faça da seguinte forma: ¹/4 de alimentos ricos em proteínas de origem animal (carnes de boi, frango, peixe e ovos) e/ou de origem vegetal (feijão, grãos de bico, lentilha, ervilha): e o outro ¹/4 com alimentos ricos em carboidratos, de preferência em sua forma integral (arroz, massas, batatas, mandioca, mandioquinha) e adicione uma fruta de sobremesa.

Entenda melhor o tamanho das porções (carnes).
As porções de carne vermelha são sempre menores, para quem tem balança em casa será uma porção de 60g. Equivalendo a palma da nossa mão.
As porções das carnes variam de tamanho, pois cada tipo de carne tem composições e quantidades de gorduras diferentes, sendo as carnes vermelhas mais gordurosas e os peixes mais magros, por isso podemos consumir uma porção maior.
A porção de frango é uma porção média, equivalente a linha verde da imagem, no meio da mão, pesando 90g.
A porção de peixe é a maior, do tamanho da mão inteira, pesando 120g.
Além das calorias provindas das carnes, seja ela qual for, devemos tomar cuidado também com o tipo de preparação, ou seja, dar preferência para as preparações cozidas e assadas e evitar consumir as carnes fritas ou empanadas. Para as carnes vermelhas vale retirar a gordura aparente e para as aves vale retirar a pele pois é rica em colesterol.

Que quantidade de água precisamos beber?

Homens devem ingerir 3,7 litros de água por dia e as mulheres devem ingerir 2,7 litros de água por dia.

Os alimentos sofrem processamentos pela indústria perdendo seus nutrientes e características naturais. De acordo com a classificação dos alimentos a partir do processamento teremos as seguintes classificações:

Assim como os carboidratos, as gorduras são uma importante fonte de energia para o corpo. Elas participam do transporte de vitaminas (A, D, E e K) e fazem parte dos hormônios e da estrutura das células. Por isso, apesar de muita gente ver as gorduras como vilãs, elas são importantes e devem ser ingeridas diariamente. No entanto, é preciso estar atento a quantidade e dar preferência as gorduras boas.

É de extrema importância que se tenha bom senso nas escolhas dos alimentos no dia a dia, para não ocasionar problemas futuros por conta da má alimentação.

Afim de ter um ganho de peso saudável, estão alguns alimentos que possuem um alto teor calórico e rico em nutrientes, como os:

  • O que fazer?

Faça 3 refeições principais e 2 a 3 pequenos lanches intermediários.
Fracione a dieta!!! Esse fracionamento deve ser de 5 a 6 refeições do total ingerido por dia. Assim, melhor se processará a digestão, maior será o aproveitamento dos nutrientes e melhor será também a destinação calórica, estimulando o metabolismo e evitando uma sobrecarga de energia com consequente depósito de gordura.
Varie o máximo possível os alimentos nas refeições, para assegurar ingestão de todos os nutrientes, coma bastante verduras, legumes e frutas, e evite a monotonia.
Consuma os vários tipos de alimentos, os diferentes nutrientes necessários para o organismo, evitando a monotonia alimentar que limita o acesso de todos os nutrientes necessários a uma alimentação adequada.  Coma diariamente pelo menos 3 porções de legumes e verduras como parte das refeições e 3 porções ou mais de frutas nas sobremesas e lanches.
Coma lentamente, mastigando bem os alimentos.
Tente mastigar melhor os alimentos e fazer pequenas pausas durante a refeição, evitando distrações, como TV, rádio, telefone, computador, etc. As distrações fazem com que você preste menos atenção no ato de se alimentar e podem fazer com que você coma rápido, sem perceber. Lembre-se que o impulso da saciedade pode demorar em média 20 minutos para chegar ao cérebro. Se você comer muito rápido, não vai dar tempo de se sentir saciado e você correrá o risco de comer muito mais do que precisa. Tente saborear a comida, identificar os ingredientes das preparações, a forma de preparo, a textura, o odor e o prazer que o alimento proporciona.

 

Prefira as preparações assadas, cozidas e grelhadas.
As carnes grelhadas, fritas ou preparadas como churrasco podem aumentar a chance de desenvolver câncer. As melhores formas de preparo são assadas, cozidas e ensopadas.
A forma de preparar as carnes, vermelhas ou brancas, também é importante na prevenção de câncer. Ao preparar uma refeição para a família ou amigos, prefira carnes cozidas no vapor, ensopadas, guisadas ou assadas.
Preparações ao forno (assados)

  • Dê preferência a carnes magras, sem gordura aparente;
  • Utilize assadeiras ou travessas;
  • Tempere a carne com alho, cebola, limão, pitada de sal, cheiro verde;
  • Durante a cocção no forno: procure regar a carne com molho vinagrete ou suco de laranja, após a carne assada, acrescentar molhos de mostarda ou de tomate.

Preparações cozidas

  • Tempere a carne magra (alho, cebola, pitada de sal);
  • Refogue a cebola no óleo vegetal com cebola, acrescente o alho após 10 minutos e depois a carne. Mexa para apurar o sabor;
  • Acrescente água fervente para iniciar cozimento;
  • Adicione os vegetais e acrescente os temperos naturais: orégano ou salsa ou manjericão fresco.

 Beba bastante água, até que sua urina fique clara e sem odor.
A água age na digestão, na absorção, na circulação e na excreção. É um meio de transporte para os nutrientes e todas as substancias corpóreas, excreta resíduos do metabolismo pela urina e pelas fezes. Mantém o equilíbrio físico e químico dos fluidos intra e extracelular. Exerce papel fundamental na manutenção da temperatura corporal, mantém a pele e o cabelo saudáveis. Por esse motivo, recomenda – se a ingestão média de 2,5 litros de líquidos por dia.
Aumente a ingestão de fibras, consumindo sempre verduras, legumes, frutas e cereais integrais.
Fibra é uma substância encontrada em plantas, como frutas, vegetais e grãos. A parte da fibra que ingerimos é chamada de fibra dietética e constitui parte importante de uma dieta saudável.
- Proporciona benefícios ao sistema digestivo por manter sua regularidade.
- Auxilia no combate à constipação, alguns tipos de diarreia e sintomas de irritabilidade nos intestinos.
- A pressão no trato digestivo é diminuída, reduzindo o risco de diverticulose e hemorroidas.
- Diminui os níveis de colesterol sanguíneo, o que reduz os riscos de doenças coronárias.
- Aumenta a secreção biliar, o que faz com que o fígado remova colesterol da corrente sanguínea.
- É recomendado a ingestão de 20 a 35g de fibras por dia.

 

  • O que NÃO fazer?

Não utilize gorduras que foram sobreaquecidas ou óleos queimados.
Evite cozinhar mais do que duas vezes com a mesma gordura, pois as altas temperaturas a que esta é submetida durante o processamento culinário (Ex.: fritura), levam a sua degradação e ao aparecimento de substâncias cancerígenas, que passam para o alimento enquanto é cozinhado.  
Reduza o seu consumo total de gordura em especial da gordura saturada, existente principalmente em produtos de origem animal.
Diminua não só a quantidade de gordura usada para cozinhar e temperar, mas também o consumo de alimentos com elevados teor de gordura (Ex.: margarina, banha, manteiga, produtos como salsicha, natas, molho pré-preparados industrialmente, caldos concentrados, toucinho, massas folhadas, rissoles etc.).
Não exagere no sal, use com moderação e controle o consumo de alimentos ricos em sódio.
Diminua a quantidade de sal na comida e retire o saleiro da mesa. Evite consumir alimentos industrializados com muito sal (sódio) como hambúrguer, sal­sicha, linguiça, presunto, salgadinhos, conservas de vegetais, sopas, molhos e temperos prontos.
Evite ingerir açúcar e produtos açucarados.
Não adicione açúcar ao leite, chá ou café, procure habituar se ao sabor natural dessas bebidas. Evite consumir produtos ricos em açúcar (Ex.: produtos de confeitaria e pastelaria, chocolates, gelados, mel, sobremesas açucaradas, gomas, refrigerantes, determinadas bolachas etc.). Estes alimentos só devem ser consumidos ocasionalmente e de preferência após uma refeição.
Não consuma líquidos durante as refeições principalmente refrigerante.
Não consuma bebidas durante as refeições, quando se bebe 500 ml de suco, o estomago recebe a comida mais o líquido. O estomago dilata e o cérebro entende que esta saciado. O líquido é absorvido rapidamente e o cérebro interpreta isso como necessidade mais alimento e da próxima vez a tendência é comer muito mais.
Evite industrializados.

Evite refrigerantes e sucos industrializados, bolos, biscoitos doces e recheados, sobremesas doces e outras guloseimas como regra da alimentação.

 

Dicas

Hospital do Pari - contato@hpari.com.br - Tel: 55 11 3322-6500